Arquivo de Junho, 2013

#1.2 A Ponte Eiffel em Viana do Castelo, Cadernos Vianenses, Tomo 43

Ponte_Eiffel_em_Viana_do_Castelo_in_B&W

Aqui fica mais uma referência à Ponte Eiffel em Viana do Castelo. Se foi com ela que o blog começou, será natural ser aqui referenciada sempre que possível. Desta vez aproveito para partilhar um artigo publicado no Tomo 43 dos Cadernos Vianenses, elaborado pelo colega e amigo Rui Areal e por mim. Procurámos com esse artigo fazer uma descrição estrutural da ponte com linguagem corrente, tentando sempre que possível fugir aos chavões da engenharia. Achámos igualmente interessante introduzir o mesmo artigo com uma breve referência ao Engenheiro e Construtor Gustave Eiffel.

O artigo pode ser consultado na integra aqui: Cadernos Vianenses,Tomo 43

Anúncios

[E]20 Ponte Eiffel de Viana do Castelo com novo piso em 2014

O tabuleiro rodoviário da ponte Eiffel de Viana do Castelo vai ter um novo piso até meados de 2014, segundo ofício enviado pela REFER à Câmara local e ao qual a agência Lusa teve hoje acesso.

No documento, datado deste mês, a empresa pública assume que irá lançar uma “ação de substituição integral da camada de desgaste do pavimento do tabuleiro rodoviário” da ponte Eiffel “até ao final do presente ano”, prevendo que esta “ocorra em meados do próximo ano”.

Com mais de 500 metros de extensão, o tabuleiro rodoviário da ponte Eiffel de Viana do Castelo é da responsabilidade da REFER e desde 2007, altura em que toda a estrutura recebeu uma grande intervenção de reabilitação – durante quase dois anos e que custou 15 milhões de euros -, que os problemas no piso persistem.

Já em janeiro deste ano a Câmara escreveu à REFER, solicitando que resolva “definitivamente” e com “urgência” os problemas no “esburacado” pavimento da ponte, alegando a perigosidade da situação atual para a circulação automóvel. Em julho de 2012 foram realizados ensaios com diferentes tipos de materiais aplicados no piso da travessia, para definir a melhor solução para o pavimento rodoviário.

No ofício enviado à autarquia e assinado pelo presidente da empresa, Rui Loureiro, é explicado que em face do acompanhamento da “evolução” das soluções testadas há um ano e “com base no conhecimento atual das características dos materiais/esquemas em causa e da localização da estrutura”, já foi escolhido o “mais indicado [tipo de piso] para a aplicação em causa, quer do ponto de vista da durabilidade, quer da aderência”.

A REFER tinha já admitido anteriormente que, “embora com adequadas características técnicas para a função pretendida”, o piso colocado há seis anos “veio a revelar um deficiente comportamento, com fissuração e descolamento em algumas zonas” desde então.

“Com o objetivo de reparar as deficiências, a REFER recorreu à garantia técnica de obra, tendo o empreiteiro reposto, por duas vezes, uma camada de desgaste do pavimento”, explicou a empresa em 2012.

No entanto, “o problema persiste” e para “determinar as causas de tal comportamento anómalo” e para “encontrar uma solução”, a empresa solicitou à Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP) “um estudo, análise e ensaio de caracterização daquele material”, que permitiu o teste das três soluções.

A ponte Eiffel de Viana do Castelo assinala no domingo (30 de junho) 135 anos e chegou a fechar à circulação, totalmente, durante 21 meses, para vários trabalhos de reabilitação da estrutura e pilares. No fim da operação, o então ministro das Obras Públicas, Mário Lino, admitiu que a ponte estava em condições de resistir “mais cem anos”.

Artigo completo aqui!

Mais sobre a Ponte Eiffel de Viana do Castelo aqui e aqui!

Anúncios