Posts Tagged ‘ Mista ’

#59 Ponte Edgar Cardoso (Figueira da Foz)

Figueira da Foz 9 - Ponte Edgar CardosoA Ponte da Figueira da Foz tem um desenvolvimento total de 1421 m distribuído pelo encontro esquerdo com 25 m, o viaduto da margem esquerda com 630 m, a ponte com 405 m, o viaduto da margem direita com 315 m e o encontro direito com 46 m.

e14c763d-e006-4a16-95a2-6f9ddc21fd97O perfil transversal envolve uma plataforma com 20.00 m de largura, constituída por duas faixas de rodagem de 7.50 m cada, dois passeios de 2.00 m cada e um separador central de 1.00 m.

PonteA ponte de tirantes tem um desenvolvimento de 405 m e está dividida em três tramos, possuindo os tramos extremos 90 m e o tramo central 225 m. O tabuleiro, misto de aço e de betão, é suportado por duas torres auto-estáveis, dois pilares de transição e 6 pares de tirantes em cada torre com continuidade sobre estas.

1847_pte_edgar_cardoso_figueira_da_foz_s0006155As duas torres são de betão armado, e elevam-se cerca de 80 m acima do nível do plano médio de água. São compostas por quatro elementos rectangulares ocos, inclinados longitudinal e transversalmente, unidos dois a dois no seu topo e por uma grande travessa de secção quadrada e oca posicionada ao nível do coroamento. Estes elementos estão ainda interligados aproximadamente a meia altura, ao nível dos apoios do tabuleiro, por elementos laminares. Entre o tabuleiro e a base das torres, os elementos rectangulares inclinados estão reforçados por abas laminares nas direcções longitudinal e transversal.  Na base, cada uma das torres é suportada por quatro poços cilíndricos ocos com 5.00 m de diâmetro exterior e 4.20 m de diâmetro interior. Sobre estes poços existem quatro maciços cilíndricos, com 4.00 m de diâmetro, interligados entre si por vigas de betão armado pré-esforçado, com perfil em I.

DSC_1369DSC_1375DSC_1392DSC_1382DSC_1390

[E]23 Ponte 25 de Abril com novas cores

Há criaturas fantásticas na ponte 25 de Abril

autoria José Vicente/GAU// data 10/02/2014 – 11:51

01_pilarponte25abril

Os pilares da ponte 25 de Abril, em Lisboa, têm novas cores, em composições de larga escala sob o tema “Natureza Viva”. O projecto conta com a participação de sete criadores nacionais — José Carvalho, Klit, Kruella d’Enfer, Mosaik, Regg, Tamara Alves e Violant — e inclui ainda um muro vizinho, em Alcântara. “Num ecossistema que se desenvolve nos vários estratos de uma floresta, entre o subsolo e a copa das árvores, o leito do rio e o mar, o ambiente é povoado por insectos, outros pequenos animais e seres fantásticos que geram uma atmosfera encantada e transportam a fantasia para o nosso quotidiano”, lê-se na apresentação da Galeria de Arte Urbana, da Câmara Municipal de Lisboa.

13_pilarponte25abrilArtigo completo incluindo galeria de imagens no p3.publico.pt

06_pilarponte25abril

#50 Ponte de Santar sobre o Rio Vez

Quando o trabalho se cruza com obras de arte deste tipo sabe sempre bem sair de casa. E sair do escritório!

#40 Millennium Bridge

Image

“A Millennium Bridge é uma ponte suspensa, pedonal e fabricada em aço inaugurada em 2000 e que cruza o rio Tamisa em Londres, unindo a zona de Bankside com a City de Londres. Situa-se entre a Ponte de Southwark e a Ponte de Blackfriars. Foi a primeira a ser construída desde que foi feita a Tower Bridge, ou Ponte da Torre, em1894. É propriedade da Bridge House Estates, uma fundação de beneficência que também se encarrega da manutenção, e que é supervisionada pela City of London Corporation.

A construção começou em finais de 1998, a partir do projeto do arquiteto Norman Foster, mas os principais trabalhos começaram apenas em 28 de Abril de 1999. O custo da ponte foi de 18,2 milhões de libras, 2,2 milhões a mais do que foi anunciado.

A ponte passarela foi inaugurada pela rainha em 9 de maio de 2000, mas por instabilidades e vibrações, foi interditada dois dias depois. Na ocasião a ponte foi apelidada pelos ingleses de Wobbly Bridge (ponte trêmula).

Resolvidos os problemas estruturais, abriu ao público apenas em 22 de fevereiro de 2002.” in wikipédia

Image

Image

Image

Image

Image

#30 Ponte de Rande

No passado fim de semana resolvi matar saudades de Santiago de Compostela. Permitiu-me dessa forma reencontrar a Ponte de Rande (1978), que faz a ligação entre Vigo e Pontevedra, através da Autoestrada do Atlántico. É, sem dúvida, um símbolo da Ria de Vigo e Galiza.

O tramo central tem um vão de 400,14 m sendo que os dois restantes vãos (extremos) têm 147,42 m. O tabuleiro é formado por um sistema misto de betão e aço. Os pilares principais, em H, atingem uma altura de 128 m. O tabuleiro é atirantado a estes por um sistema de cabos de pré-esforço em “harpa”. o corte transversal do tabuleiro tem uma largura de 23,46 m e altura de 2,46 m conferindo-lhe uma agradável esbelteza.

Em pesquisa pela internet li em vários locais na possibilidade futura de o tabuleiro ser alargado utilizando para tal uma solução curiosa em que serão criados dois “novos tabuleiros” paralelos e exteriores à ponte existente e apoiados nesta transversalmente mantendo como sistema de atirantamento o mesmo sistema da ponte existente.

#9 Ponte Salgueiro Maia

Obra de arte no IC10 em Santarém em betão pré-esforçado num total de 5.070m. A travessia do Tejo é feita por uma ponte de tirantes, de suspensão axial, com um comprimento total de 570m. Conduril e MSF juntaram esforços e ergueram uma das mais bonitas pontes de Portugal, terminada em 2000. Ver Conduril – Obras de ArteMSF.